borda

Últimas Notícias

  • 14
    Dez
    2018

  • 14
    Dez
    2018

  • 14
    Dez
    2018

Vinculadas

Servidor

48572394

30 Nov, 2018

Licitação

48566281

30 Nov, 2018

Portais

Logomarca do portal do servidor  Logomarca do portal PEConectado

Vídeos

23 Nov, 2011

Piso dos servidores de Pernambuco ficará acima da média nacional

O governador Eduardo Campos e o secretário de Administração Ricardo Dantas anunciaram em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas nesta quarta-feira (23/11) um reajuste de 10% no piso dos servidores do Estado. O salário-base vai sair dos R$ 580,70 pagos hoje para R$ 638 em janeiro de 2012, beneficiando cerca de 40 mil funcionários públicos pernambucanos.

/image/journal/article?img_id=1001188&t=1322855738848

Governador e secretários durante o anúncio

O governador Eduardo Campos e o secretário de Administração Ricardo Dantas anunciaram em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas nesta quarta-feira (23/11) um reajuste de 10% no piso dos servidores do Estado. O salário-base vai sair dos R$ 580,70 pagos hoje para R$ 638 em janeiro de 2012, beneficiando cerca de 40 mil funcionários públicos pernambucanos.

A emenda ao Projeto de Lei que trata do reajuste dos servidores segue para a Assembleia Legislativa para apreciação em regime de urgência. Com a sua aprovação, o Governo do Estado vai ampliar os investimentos na folha do funcionalismo em R$ 3,7 milhões mensais. A ação mantém ainda a remuneração mínima do Estado maior que o salário mínimo de R$ 622 anunciado pelo Governo Federal no início da semana e que também entra em vigor em janeiro de 2012.

O aumento vai atingir diretamente 3.779 funcionários e outros 37.852 indiretamente, através dos Planos de Cargos e Carreiras (PCCs) implantados pelo Governo. Mais de 75% dos servidores beneficiados estão lotados nas secretarias de Saúde e Educação.

O secretário de Administração, Ricardo Dantas lembrou da defasagem salarial encontrada no início da gestão. “Em 2007, 17 mil servidores recebiam um abono para que seus vencimentos se equiparassem ao salário mínimo que, naquela época, ficava em torno de R$ 350”. Dantas aproveitou o momento para apresentar um balanço das negociações realizadas com o conjunto dos servidores estaduais. “Fechamos acordos significativos com várias categorias, em alguns casos para mais de um exercício, reafirmando a postura de valorização do Governo”, destacou.

Em junho, está previsto um novo aumento quando o piso será elevado para R$ 651. “É um símbolo de não só ter deixado para trás a política de abono, mas também de afirmar que Pernambuco paga aos seus servidores públicos hoje um piso maior que o de São Paulo, por exemplo (em torno de R$ 630)”, comparou o governador.

GANHO REAL – A proposta faz parte da política de valorização do servidor público, que, entre outras, recuperou o poder de compra das categorias com a concessão de reajustes superiores à inflação do período: em média, cresceu 51,6% entre 2006 e 2010, quando a inflação acumulada foi de 25,9% (fonte: IPCA).